|||Visão da imprensa em casos de ampla repercussão é tema da série de lives “Casos midiáticos: Sistema de Justiça X Imprensa” desta quarta-feira (21/7)

Visão da imprensa em casos de ampla repercussão é tema da série de lives “Casos midiáticos: Sistema de Justiça X Imprensa” desta quarta-feira (21/7)

2021-07-19T20:26:22-03:00 19 de julho de 2021|

Após abordar os lados do Ministério Público, da Advocacia e da Magistratura, a série “Casos Midiáticos: Sistema de Justiça X Imprensa”, desta quarta-feira (21/7), traz a visão da Imprensa, com a participação da jornalista Luciana Liviero.

O encontro, transmitido ao vivo pelo Instagram da Apamagis (@apamagisoficial) a partir das 18h, será conduzido pela diretora de Imprensa da Apamagis, Carolina Nabarro Munhoz Rossi, idealizadora do projeto. Formada em Direito e Jornalismo, Carolina Nabarro Munhoz Rossi é juíza desde 1998. Foi advogada e procuradora do município de Santo André, no ABC paulista. No campo da comunicação, a diretora da Apamagis ministrou muitas aulas e palestras para juízes em escolas da magistratura sobre imprensa e, para jornalistas, sobre noções básicas de Direito.

A jornalista Luciana Liviero tem 30 anos de carreira e possui em sua trajetória profissional experiências como apresentadora e repórter de televisão. Atuou como correspondente em Brasília e em Nova Iorque e, atualmente, se dedica ao seu canal YouTube.

A série, que teve início na última semana de junho, tem como objetivo promover o debate acerca da questão do tempo em coberturas jurídicas, ou seja, a diferença entre a pressa por respostas imediatas da imprensa e os prazos naturais, que demandam mais tempo, do Poder Judiciário, além de explorar as particularidades inerentes ao Sistema de Justiça. Todos os episódios estão disponíveis no canal da Apamagis no Youtube e, também, no perfil da Associação no Instagram.

A iniciativa compõe os esforços empreendidos pela atual gestão de ampliar o diálogo e melhorar a relação do Judiciário com a imprensa. Só neste ano, a Apamagis já lançou duas iniciativas neste sentido: a cartilha “Judiciário e Mídia – guia básico para jornalistas”, que traz noções básicas sobre áreas do Direito, os 50 verbetes mais utilizados no ambiente jurídico e dicas de expressões comumente usadas pela imprensa e que devem ser evitadas; e a pesquisa JusBarômetro, realizada pelo Ipespe (Instituto de Pesquisas Políticas, Sociais e Econômicas), que apresenta informações da visão da sociedade sobre o Judiciário. O levantamento revelou, por exemplo, o baixo índice de informação da população sobre o sistema de Justiça e que os usuários do Judiciário avaliam melhor a instituição do que os não usuários. A íntegra da pesquisa pode ser acessada aqui.