|||Vanessa Mateus defende debate profundo e discussão acadêmica para reduzir desigualdade de gêneros

Vanessa Mateus defende debate profundo e discussão acadêmica para reduzir desigualdade de gêneros

2021-10-21T18:51:57-03:00 21 de outubro de 2021|

“Todo homem é uma ilha de tolerância, cercado de racistas por todos os lados”. Foi esta frase, dita pela antropóloga Lília Moritz Schwarz em uma palestra, que a presidente da Apamagis, Vanessa Mateus, escolheu para destacar nos momentos iniciais da palestra “Constitucionalidade das medidas afirmativas de gênero”, que proferiu nesta terça-feira (19/10), a convite da Unijales (Universidade de Jales). O encontro virtual, com a participação de docentes da instituição, integra a Semana Jurídica 2021 – Direito Unijales, que prossegue até sexta-feira, com transmissões ao vivo pelo canal da instituição no YouTube. A mediação é do professor Rodrigo Soncini de Oliveira Guena.

A ideia de Vanessa Mateus foi chamar a atenção para o fato de que no Brasil ninguém se reconhece como racista, assim como não se reconhece machista, embora admita que haja, na sociedade, a existência de preconceitos dos dois tipos. Portanto, ao entrar na discussão sobre políticas afirmativas, é preciso dar um passo atrás e discutir fundamentos.

Para Vanessa Mateus, não basta apontar a necessidade da adoção de medidas afirmativas “sem discutir qual é a razão delas, se são constitucionais e necessárias. Ninguém duvida da constitucionalidade das medidas afirmativas, já que a Constituição fala em tratar iguais de formas iguais e desiguais de formas desiguais”.
Ao longo de mais de uma hora de bate-papo, a presidente da Apamagis destacou aspectos como a diferença de salários entre homens e mulheres, a baixa ocupação de cargos na segunda instância do TJSP por magistradas, a sobrecarga das mulheres com as tarefas domésticas e como isso interfere nas oportunidades da carreira, a participação das mulheres na política e os estereótipos de gênero, que colocam sempre a mulher longe dos espaços de poder.

“Para que essa dimensão estereotipada seja de fato afastada dos cursos, do dia a dia e da representação política, precisamos de debates como esse. Não adianta pregar para convertidos. A gente precisa se ombrear com os homens que nos abraçam nessa ideia, nessa luta. Não é uma luta panfletária, mas por mudanças estruturais”, disse Vanessa Mateus. Além disso, segundo a presidente da Apamagis, não se deve ter receio de trazer esse tema para a universidade e para o campo da discussão acadêmica: “É assim que começamos, com eventos como o de hoje”.

A Semana Jurídica 2021 – Direito Unijales recebe nesta sexta-feira (22/10), às 19h, a diretora de Cultura da Apamagis, a juíza Valeria Lagrasta, que irá falar sobre “O papel do juiz nos métodos consensuais de solução de conflitos”.

Clique aqui para assistir à palestra com Vanessa Mateus na íntegra.