|||Tribuna da Magistratura No. 262 – Outubro, Novembro e Dezembro de 2019